quinta-feira, 31 de maio de 2007

"Para os erros há perdão; para os fracassos, chance;para os amores impossíveis, tempo.
De nada adianta cercar um coração vazio ou economizar alma. O romance cujo fim é instantâneo ou indolor não é romance.
Não deixe que a saudade sufoque, que a rotina acomode, que o medo impeça de tentar.
Desconfie do destino e acredite em você.
Gaste mais horas realizando que sonhando, fazendo que planejando, vivendo que esperando, porque embora quem quase morre esteja vivo, quem quase vive já morreu."
(Luis Fernando Veríssimo)

2 comentários:

gustavo disse...

hum, prefiro a Velhinha de Taubaté.
Brincadeira. Esse texto aí é tri legal, tem que ser lido todos os dias

Arcanjo disse...

Que show, teu blog esta tri-legal..parabens.